A ventoinha, também conhecida como fan ou cooler em alguns casos, está se tornando um componente cada vez mais importante no PC, devido ao uso de processadores e placas gráficas cada vez mais potentes e que requerem maior dissipação térmica.

A maioria das pessoas se atenta ao tamanho da ventoinha, mas este não é o único fator determinante na escolha.

A WAZ preparou um artigo especial para você, que deseja escolher as ventoinhas adequadas para seu gabinete., acompanhe:

 

Dimensões

Encontradas em diversos tamanhos, as ventoinhas mais utilizadas seguem alguns padrões de fábrica. Estes padrões garantem a compatibilidade com as furações disponíveis em seu gabinete.
Os tamanhos mais utilizados em gabinetes são os de 80, 90, 120, 140, e 200 milímetros, embora existam outros tamanhos especiais, indicados para o uso em chipsets, notebooks e outras soluções térmicas.

Observe sempre as furações do seu gabinete. Elas indicam as dimensões exatas para as ventoinhas.

fan_cooler_002

 

CFM

CFM é a abreviação de Cubic Feet per Minute. Ou traduzindo, algo como fluxo de ar medido em pés cúbicos por minuto.

Não importam as dimensões da ventoinha ou sua quantidade de pás. O que importa é o fluxo de ar. Sendo assim, é possível que uma ventoinha de 80mm tenha uma vazão de ar maior do que uma ventoinha de 120mm, dependendo exclusivamente do ângulo de suas pás ou de sua velocidade máxima de rotação. Maiores valores de CFM concedem maior fluxo de ar.

 

RPM

A velocidade de uma ventoinha é medida em rotações por minuto. Quanto maior a rotação de uma ventoinha, maior será seu valor de CFM. Infelizmente, altas rotações significam também altos níveis de ruído.

Escolha sempre a ventoinha com maior valor de CFM combinado ao menor valor de RPM possível. Isto resultará em uma ventoinha eficiente e silenciosa.

 

DBA

O nível de ruído que uma ventoinha é capaz de produzir é medido em dBA, ou decibés. Se você utiliza o PC em um ambiente silencioso, certamente o ruído provocado por ventoinhas adicionais em seu gabinete, poderão lhe desagradar. Escolha sempre ventoinhas com menores valores de dBA que se resumem a ventoinhas mais silenciosas.

 

Posicionamento

A direção do fluxo de ar provida por uma ventoinha muda completamente a temperatura e pressão interna do PC.

Cada fabricante possui um projeto específico para o fluxo no interior do gabinete. Por isto, é importante experimentar diversas configurações de posicionamento e quantidade de ventoinhas no interior do gabinete.

Nem sempre uma maior quantidade de ventoinhas resultará em uma melhor refrigeração. Isto porque adicionar indiscriminadamente ventoinhas em seu gabinete, poderá criar uma área de pressão acabando por aumentar a temperatura interna.

fan_cooler_003

O importante é saber que, o calor dissipado pelo processador, pela placa de vídeo e pela fonte de alimentação, não devem circular pelo interior do gabinete.

Tomando como base que o ar quente sempre sobe e o ar frio fica na parte inferior do gabinete, experimente diferentes combinações, medindo a temperatura de seus componentes por meio de softwares ou termômetros especiais.

fan_cooler_007

 

Tipos de Ventoinhas

Há dois tipos de ventoinhas: Ball Bearing e Slleve Bearing.

No tipo Ball Bearing, o eixo da ventoinha gira sob um rolamento de esferas, algumas vezes selado contra poeira, com menor incidência de vibrações, o que o torna mais durável, além de mais resistente.

Já o modelo Slleve Bearing possui seu eixo girando sob uma bucha, o que permite um custo de produção bem menor comparado aos modelos com rolamento de esferas, porém mais suscetível a desgastes e vibrações.

 

Vibração

Preocupados com os níveis de vibrações, alguns fabricantes produziram ventoinhas com anéis antivibrações e partes emborrachadas. Indiretamente, reduzindo as eventuais vibrações se reduz parte do ruído produzido pelas pás. Portanto é sempre desejável ventoinhas com este tipo de acabamento.

 

Conectores de energia

Existem conectores de 2, 3, e 4 pinos, assim como o de 4 pinos PWM para serem ligadas diretamente à placa mãe, com controle de rotação. Também há os conectores do tipo molex, embora estes estejam em desuso atualmente.

O importante a se perguntar é se você deseja conectar suas ventoinhas adicionais diretamente à placa mãe, à sua fonte de alimentação ou a um controlador de ventoinhas. Observe antes, o número de conectores livres para a alimentação das ventoinhas e seu padrão de conectores.

fan_cooler_005

 

Cores e retro-iluminação

Se você gosta de deixar tudo harmonioso e combinando com os componentes ou com o estilo do seu gabinete, esteja atento às diversas cores disponíveis de ventoinhas. Opções não irão faltar desde pás transparentes, semi-transparentes ou opacas, disponíveis ainda em uma só cor ou a combinação de várias. Para completar existem ainda as retro-iluminadas com Led, que irão dar um toque especial caso seu gabinete possua janelas de acrílico ou grades que permitam observar o interior do gabinete.

fan_cooler_008

Esperamos que com estas dicas, seja mais fácil fazer a escolha adequada das ventoinhas de seu gabinete.

Comentários

Comentários