Há algum tempo temos visto em feiras de tecnologia de todo o mundo, várias marcas comentando sobre a resolução 4k, seus diferenciais e benefícios. Mas com tantas opções no mercado, será que vale mesmo investir? Será mesmo que a 4k veio para ficar ou é somente uma tendência?

Se você também tem essas dúvidas e não sabe a real diferença entre essa resolução e as demais, nós explicamos tudo no post de hoje, acompanhe!

Para quê tanta tecnologia?

Com o surgimento das novas GPU´s (unidades de processamento gráfico) Pascal da NVIDIA equipando as GeForce GTX 1080 e GTX 1070, oferecidas a preços competitivos e com mais performance, a proposta de se assistir filmes, usar programas ou aplicativos, além de jogar games em uma resolução 4K Ultra HD (3.140 x 2.160), fica cada vez mais convidativa e real em nossas vidas.

Também é verdade que, a cada dia, mais dispositivos móveis como smartphones, tablet´s, câmeras fotográficas e filmadoras são lançados no mercado com recursos capazes de filmar em resolução 4k, assim como mais e mais conteúdos de vídeo nesta resolução estão disponíveis na Internet, a exemplo do Netflix e YouTube. Isto sem mencionar o suporte à resolução já oferecido a tempos nos games.

As Placas de Vídeo mais atuais, são capazes de exibir imagens na resolução Ultra HD em games, mesmo na ausência de um monitor 4K, a exemplo das tecnologias DSR (NVIDIA) e VSR (AMD). Mas o recurso limita-se unicamente a ambientes 3D e não pode ser aplicado por exemplo na área de trabalho ou em seus programas. E embora o custo de processamento no uso destas tecnologias seja praticamente o mesmo de uma exibição 4K nativa, o aspecto visual definitivamente não tem a mesma excelência.

Então talvez seja a hora de se pensar em um monitor 4K, certo?

Apesar da resolução Full HD (1.920 x 1.080) ser o padrão atualmente, quando se fala em games, a resolução 2K parece estar tomando seu lugar na preferência dos jogadores mais aficionados, devido ao baixo custo de processamento e uma performance satisfatória em quadros por segundo exibidos na tela. Mas esta escolha pelo padrão 2K em games foi mais motivada por uma limitação de performance das Placas de Vídeo atuais quando utilizadas em 4K atuais do que por uma preferência espontânea.

Agora, com Placas de Vídeo mais potentes já disponíveis no mercado, oferecendo maior eficiência energética e performance, muitos jogos já podem ser exibidos em 4K, mantendo boa taxa de quadros por segundo.
É claro que, existem muitos jogos onde não temos uma boa otimização gráfica, culpa esta atribuída às desenvolvedoras de games. O que ocasiona em baixa performance e quedas bruscas de quadros por segundo nas exibições.

Em contrapartida, já há uma infinidade de jogos ainda atuais, incluindo os lançamentos mais recentes, bem otimizados e com motores gráficos que fazem bom uso do hardware, capazes de exibir na tela uma excelente performance em 4K, mesmo em Placas de Vídeo já lançadas a um bom tempo, a exemplo da GeForce GTX 970.

Somando estes aspectos ao fato de que os preços de monitores 4K vem diminuído, tudo leva a crer que a resolução 4K chegou para ficar e com forte presença, seja no seu dispositivo mobile ou na sala de estar.

Comentários

Comentários