Listar os top 10 games de PC é uma tarefa difícil – e um tanto quanto traiçoeira. Afinal, há centenas de milhares de jogos disponíveis no mercado e ainda outros milhares sendo lançados todos os anos.

Montamos este top 10 de acordo com as críticas dos principais sites de revisões de games e também com a nossa visão como jogadores. Se você sentir falta de algum título, escreva nos comentários e nos diga o porquê do game merecer entrar no top.

Bom, deixando de lado a enrolação, vamos conferir quais os principais games para PC da história?

Half-Life – Valve Software

Desde 1998, este game elevou o patamar do que entendemos ser um bom jogo de tiro, eleito como melhor jogo do ano por diversas revistas e sites especializados – inclusive com a sua continuação, o Half-Life 2, lançado em 2004.

O jogo traz o protagonista Gordon Freeman, cientista com Ph.D em Física pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, que trabalha em um laboratório secreto e subterrâneo do governo estadunidense. Após um acidente no laboratório, Gordon precisa lutar contra extraterrestres que invadem as instalações, vindos de uma série de portais espaço-temporais – isto sem contar com os soldados do exército dos EUA que chegam ao local para se certificar que nenhum sobrevivente escape com vida do laboratório.

Além dos gráficos e da jogabilidade elogiados pela crítica, talvez o grande trunfo de Half-Life tenha sido o modeCounter Strike, um multiplayer online em que os jogadores enfrentam uns aos outros formando equipes e que se tornou uma febre mundial, popularizando as lan houses, inclusive no Brasil, e abrindo o caminho para outros games de tiro em primeira pessoa, como “Halo”, “Battlefield 1942” e “Call of Duty 4: Modern Warfare”.

Half Life 1 Pc Game 2

Civilization – Sid Meyer’s

Há mais de 20 anos, a série vem conquistado estrategistas de todo o mundo que se dedicam por horas – e quando dizemos horas, significam muitas horas mesmo -, a construir e derrubar impérios, de Gengis Khan a Napoleão.

Diferentemente de outros jogos épicos de civilizações, como o também popular “Age of Empires”, a série Civilization tem uma jogabilidade que se assemelha a um jogo de tabuleiro, com as unidades possuindo movimentos limitados e as jogadas se realizando por turnos. Para jogar, você seleciona uma civilização baseada em povos reais, atuais ou contemporâneos, como astecas e chineses, sendo que cada uma terá habilidades únicas. Ao longo de várias rodadas, você precisa fundar cidades, expandir seu território, lutar contra inimigos, desenvolver-se economicamente e construir maravilhas.

A série já teve cinco títulos, o último, Civilization V, lançado em 2010 e recebendo críticas bastante positivas. Mais de oito milhões de cópias do game foram lançadas desde 1991, quando o primeiro título chegou ao mercado.

civilization-v-e3-2010-bombard

 

Diablo – Blizzard

Diablo é talvez a série mais bem sucedida em RPG de ficção medieval que não é jogada em primeira pessoa (quando você tem a visão do ponto de vista do personagem).

A história é relativamente simples – e amedrontadora. Você precisa destruir Diablo, o senhor do terror que está causando um pandemônio na terra fictícia de Tristam. Com o desenvolver do game e também da série, novidades são adicionadas ao enredo, como a presença de mais entidades demoníacas, uma luta entre arcanjos e demônios e a história de criação do Santuário, o planeta onde o game se passa. Além disso, o grande charme do jogo são as opções de personagens, que vão desde feiticeiras que controlam os elementos a bárbaros, habilidosos em manusear espadas e martelos gigantes.

A série já teve três títulos lançados sendo o último, Diablo 3, recente em 2012. Desde 1996, Diablo já vendeu mais de 24 milhões de cópias ao redor do mundo, inspirou o lançamento de diversos livros e fanzines e criou um dos vilões mais conhecidos e temidos do mundo dos games.

objetos-diablo-II

 

Alone in the Dark – Infogrames

Esqueça o sucesso de jogos como Resident Evil ou Silent Hill. Talvez até mesmo a popularidade de séries de televisão como The Walking Dead não seria a mesma se este game não tivesse sido lançado. Em 1992, Alone in the Dark entrou para a história dos jogos ao inaugurar o filão dos “survival de terror”, gênero com ponto de vista em 3ª pessoa no qual o objetivo é resolver enigmas e derrotar inimigos sombrios para avançar de fase.

A jogabilidade de Alone in the Dark é bastante simples. Basicamente, você escolhe entre um personagem masculino e um feminino para investigar um misterioso suicídio em uma mansão. Entre a resolução de enigmas e lutas com zumbis, você precisa encontrar a saída da mansão e as razões pelas quais as atividades paranormais acontecem no local.

Alone in the Dark recebeu inúmeras críticas positivas e já rendeu ao menos quatro continuações, além de dois filmes e ter inspirado todos os games posteriores do gênero, que se tornaram um filão consolidado no mercado.

AitD002-468x

 

Warcraft/StarCraft – Blizzard

Antes de que Senhor dos Aneis se tornasse uma febre mundial com o lançamento dos filmes de Peter Jackson, Warcraft preparou o terreno popularizando orcs e anões para gamers do mundo inteiro.

Os jogos Warcraft são basicamente um game de estratégia em tempo real em que você escolhe entre raças para controlar, inicialmente podendo optar entre orcs ou humanos. Com a evolução da série, foi lançado inclusive um MMORPG (RPG online para múltiplos jogadores), o World of Warcraft, em 1994. Já StarCraft é uma versão espacial de Warcraft, com os jogadores podendo escolher entre raças

Warcraft se tornou o principal sucesso comercial da Blizzard, a frente inclusive do game Diablo. A série rendeu várias continuações, livros, fanzines e até mesmo um filme, ainda sem data para lançamento. World of Warcraft é um dos RPGs mais populares no mundo, com quase 10 milhões de jogadores. Apesar de menos popular atualmente, StarCraft foi considerado por diversos especialistas um dos principais games da história.

Warcraft

warcraft3

Starcraft

starcraft_2_gameshot


Skyrim – The Elder Scrolls – Bethesda Game Studios

Na verdade Skyrim é um game da série “The Elder Scrolls”, franquia de RPGs do gênero de fantasia e ficção medieval que começaram em 1994 com “Arena”. Lançado em 2011, Skyrim foi a versão mais bem sucedida da franquia.

O jogo é um RPG ambientado na região de Skyrim, onde uma profecia que prevê o retorno dos dragões tornou-se realidade. O jogador assume o papel de um um caçador de dragões que deve destruir Alduim, o “devorador de mundos”. Ao longo do game, o jogador fica livre para explorar o mundo, percorrendo cidades e campos e interagindo com inúmeros personagens, além de utilizar diversas armas, habilidades e magias para enfrentar inimigos.

Além de receber inúmeras críticas positivas e ser eleito o melhor game do ano em 2011 por várias revistas especializadas, Skyrim foi o primeiro jogo produzido no Ocidente que recebeu nota máxima da famosa revista japonesa Famitsu. O game alcançou mais de 10 milhões de títulos vendidos, somando as plataformas PC, Xbox 360 e PS3.

Skyrim-screenshots-36

Minecraft – Mojang Specifications

O game não é tão popular quanto um Warcraft ou Skyrim – até pudera, afinal, trata-se de um jogo sem objetivos ou formas de vencer. Ainda sim, Minecraft se tornou um game extremamente popular e inovador, criando uma nova de diversão online.

Basicamente, Minecraft é um jogo eletrônico que permite a construção usando blocos (cubos) que são as peças de construção do mundo. Você pode empilhá-los para construir casas, paisagens ou qualquer coisa que sua mente imaginar. Neste LEGO virtual, é possível explorar cavernas e montanhas, defender-se de zumbis e aranhas noturnas, coletar recursos e interagir com outros jogadores.

Com mais de 40 milhões de usuários cadastrados e mais de 17 milhões de cópias vendidas, o jogo, desenvolvido de forma independente pelo programador sueco Markus Persson, é um sucesso comercial, de crítica e vem sendo utilizado em aulas em escolas e universidades ao redor do mundo – inclusive foi adotado pela ONU para ajudar em projetos de revitalização de espaços urbanos.

mine

 

Grand Theft Auto – Rockstar Games

Este é um jogo bastante polêmico – muitos adoram, outros detestam. O motivo: o game coloca o jogador na pele de um criminoso, ladrão de automóveis, que pode agredir ou matar personagens, sem mencionar o conteúdo sexual. Justamente por este motivo, Grand Theft Auto, ou GTA, entrou para a história dos games.

Lançado em 1997 para PC, GTA era inicialmente um game com visão de cima no qual você escolhia entre uma série de personagens para roubar veículos e completar missões. As continuações foram incluindo mais elementos 3D até o game se tornar completamente em 3D, a partir de GTA III. A franquia foi incorporando mais elementos narrativos e histórias, alguns deles bastante polêmicos, como uma briga entre gangues haitianas e cubanas e mesmo uma cena de sexo – o que despertou críticas de ativistas e até mesmo da secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton.

Apesar das críticas, que levaram a modificações no conteúdo do game, a franquia vendeu mais de 125 milhões de cópias e já está no seu quinto título. O GTA também ganhou destaque por lançar a expansão “The Ballad of Gay Tony”, em 2009, que apresenta Tony, um magnata da noite gay em Liberty City – vale lembrar que temas LGBT ainda são um tabu no mundo dos games.

gta-iv-pc-screenshot_049

 

Tomb Raider – Eidos Interactive

Este game simplesmente criou a heroína mais conhecida do universo dos jogos. Desde o primeiro título em 1996 até as versões bem mais sofisticadas lançadas recentemente, Lara Croft é um dos ícones da indústria dos games.

Inicialmente lançado para consoles de videogame e MS-DOS – um sistema operacional da Microsoft bem mais antigo que o que você utiliza hoje -, Tomb Raider trouxe um mundo totalmente em 3D no qual a arqueóloga Lara Croft precisava explorar uma série de tumbas e calabouços, enfrentando animais perigosos e outras criaturas sobrenaturais, enquanto coleta objetos e resolve enigmas. As histórias foram se alterando conforme a evolução da franquia, chegando a colocar Lara em confronto direto com pessoas, na maioria homens, e adquirindo novas habilidades.

A série Tomb Raider vendeu mais de 35 milhões de unidades, os filmes arrecadaram mais de 500 milhões de dólares no mundo inteiro e ainda há vendas de produtos de merchandising, histórias em quadrinhos, livros e diversos outros produtos da série. A heroína Lara foi apontada por diversas revistas, incluindo o Guinnes Book, como a personagem feminina mais bem sucedida na história dos games.

tomb-raider-screenshot-sm

Portal – Valve

Talvez o jogo mais “estranho” desta lista, Portal é basicamente um game que traz uma série de enigmas que devem ser solucionados ao teletransportar o personagem e outros objetos. A questão é que o sistema de fases e a física concebida para o jogo o tornam um dos games mais inovadores já inventados.

Lançado em 2007, a jogabilidade trata basicamente de um desafio contra a inteligência artificial, chamada “GLaDOS” no game, para completar as fases utilizando uma arma criadora de portais. O equipamento cria um portal de entrada, azul, e um de saída, laranja, que devem ser utilizados para transportar os objetos e o próprio jogador. Além de resolver os desafios, é preciso escapar de androides com lasers e outras armadilhas como gases tóxicos e bolas de energia.

Portal recebeu críticas positivas em diversas revistas e sites especializados em games, tendo notas mais altas no Orange Box que games como  Half-Life 2. Em 2008, venceu como jogo do ano no Game Developers Choice Awards e a revista Wired considerou o jogo um dos mais influentes do século XXI, como um exemplo de qualidade para jogos. Pouca coisa, não é?

preloadportal1

Comentários

Comentários