Não é de agora que a Microsoft vem tomando medidas para tornar seu sistema operacional Windows 10 mais integrado com diversas distribuições Linux existentes, como Ubuntu, SUSE e Fedora.
A intenção destas medidas é inclusão de todo o kernel Linux dentro do Windows 10. Outra parte desse suporte também está na disponibilização de distribuições Linux direto da Microsoft Store, como o Ubuntu, Fedora e o SUSE.
Falando agora em armazenamento de arquivos, partições criadas para a instalação de distribuições Linux, possuem um sistema de alocação de arquivos diferente dos sistemas de alocações utilizados por versões Windows. Enquanto o Windows utiliza FAT32 ou NTFS, distribuições Linux utilizam Ext4, ReiserFS, JFS e outros.
O Linux, consegue visualizar nativamente arquivos armazenados em uma unidade com sistema de alocação de arquivos preparado para Windows. Porém o contrário, não era possível até então.
Na última quarta-feira, dia 08 de Abril, foi anunciado que a próxima build de número 19603 do Windows 10, permitirá visualizar o acesso arquivos armazenados em partições Linux de nativamente. O pacote de atualização será distribuído somente para participantes do programa de testes “Windows Insider” e deve ser disponibilizado para o público geral em breve.
O acesso a arquivos da partição Linux do computador já era possível desde o Windows 1903, mas a atualização tornará o processo ainda mais fácil. Para tal, basta atualizar o seu sistema e, se existir uma partição Linux na unidade de armazenamento interno ou externo, um ícone do pinguim do Linux, o Tux, surgirá no Explorador de arquivos, na coluna de acesso rápido.
Junto com esta atualização a seção “O que há de novo” (ou “What’s new”, em inglês) no aplicativo de configurações do Windows também está para chegar.
Se você ainda não atualizou seu sistema operacional para o Windows 10, é a hora certa de fazê-lo! Na WAZ você encontra todas as versões disponíveis para Windows e conta com preços e condições de pagamentos especiais. Acesse: www.waz.com.br

Comentários

Comentários