É certo que a Cortana, mesmo sendo a assistente virtual de Master Chief (protagonista da franquia de jogos Halo), nunca caiu no gosto popular, nem mesmo dos gamers, principalmente quando concorrentes fortes como Alexa e Google Assistant já fazem parte do dia-a-dia das pessoas.

 

Se mesmo antes, a Cortana já não agradava a maioria, agora irá agradar ainda menos. Pelo menos para o público doméstico. Isto porque a Microsoft resolveu remover algumas das funcionalidades mais antigas, voltadas para o consumidor, como por exemplo o controle de músicas, o gerenciamento inteligente da casa e deixará de oferecer suporte a terceiros. 

 

Agora, a Microsoft pretende manter a Cortana focada em produtividade. Ou seja, usuários que atualizarem o sistema operacional vão receber uma Cortana com recursos de produtividade mais dedicados, como ajudar a gerenciar sua programação, adicionar itens de tarefas pendentes ou enviar emails.

 

Ainda é possível se comunicar com a assistente por voz ou texto, e funções mais básicas também vão continuar funcionando, como alarmes e cronômetros, configurações ou respostas de conversação. 

 

Como parte do foco principal da Cortana, a Microsoft também removerá a Cortana do Microsoft Launcher em smartphones e tablets baseados em sistema operacional Android, até o final de abril deste ano.

 

De acordo com a empresa, a Cortana atualizada será lançada ainda no primeiro semestre de 2020, mas os novos recursos de produtividade serão lançados primeiramente nos Estados Unidos. 

 

Usuários internacionais ainda poderão obter respostas do Bing e conversar com a Cortana durante esse tempo.

 

E você? O que prefere? Cortana, Alexa ou Google Assistant? Aqui na WAZ temos uma vasta lista de dispositivos compatíveis com assistentes virtuais. Venha conferir em nosso site. Acesse: www.waz.com.br

Comentários

Comentários