Se você possui uma unidade de armazenamento SSD em seu computador, certamente precisa utilizar com sabedoria o espaço disponível após instalar o sistema operacional, seus programas e jogos.
Isto porque unidades SSD de alta capacidade ainda precisam apresentar modelos com maior capacidade a um preço acessível assim como é nos HD´s convencionais. E mesmo que você tenha um HD convencional, gerenciar o espaço livre é sempre bem vindo.
A WAZ selecionou algumas dicas de gerenciamento de espaço em unidades de armazenamento em computadores com sistema operacional Windows, que podem ser bastante úteis nos momentos críticos de uso da sua unidade.

 

1 –  Analise o espaço da unidade de armazenamento

Antes de mais nada, é preciso conhecer a capacidade máxima da sua unidade e o quanto de espaço livre ainda resta disponível. Saber quais programas e jogos ocupam mais espaço também pode ser uma boa dica.
No Windows 10, basta pesquisar na barra de busca por “Adicionar ou remover programas.
Aqui serão listados todos os programas e jogos instalados e você poderá verificar quais não utiliza mais, simplesmente desinstalando-os.
Mas se você quiser uma ferramenta mais avançada, compatível com outras versões de Windows, que conta com recursos gráficos e legendas, poderá se aventurar no uso de um aplicativo chamado WinDirStat. 

 

2 – Limpeza de disco

Uma maneira de começar a se livrar do “lixo” é utilizar a “Limpeza de Disco” do Windows. Aqui é possível selecionar arquivos de instalação de programas já instalados, arquivos temporários de Internet, Relatórios de erros do Windows, arquivos de cache do DirectX, arquivos de otimização de entrega, downloads, lixeira, arquivos temporários e imagens de miniatura de pastas.
Para utilizar esta ferramenta basta clicar na unidade “SISTEMA C:” onde está instalado o Windows com o botão direito do mouse, clicar em “Propriedades” e em seguida “Limpeza de Disco”. Selecione o que deseja excluir e pronto!

 

3 – Arquivo morto e unidade externa

Quase todas as pessoas gostam de guardar fotos, vídeos e arquivos para poder acessar quando quiser. Mas às vezes, estes arquivos são acessados com pouca frequência. Se este for o caso, devem ser tratados como arquivo morto.
Sendo assim, este tipo de conteúdo não precisa estar armazenado na mesma unidade de armazenamento do sistema. Você poderá guardá-los em um pendrive ou até mesmo um HD externo USB
Para uma solução ainda mais econômica, você ainda poderá guardá-los em serviços de armazenamento em Nuvem, tal como Google Drive, DropBox, OneDrive e outros. Essas são excelentes opções que permitem que você sincronize os arquivos do seu PC, podendo acessá-los pelo próprio computador, tablet ou smartphone.

4 – Arquivos de update do Windows

Toda vez que o Windows é atualizado, uma cópia da versão anterior do sistema operacional continua salva e disponível para você usá-la quando precisar. É verdade que essa cópia não fica disponível para sempre, mas é possível deletar os arquivos armazenados manualmente para liberar mais espaço no seu computador.
Para isso, pressione as teclas Windows+R no teclado, digite “cleanmgr” e depois em “OK”. Caso o Windows peça, selecione a opção “Unidade C” e clique no botão “Limpar arquivos do sistema”. Feito isso, escolha as opções “Instalações anteriores do Windows” e “Arquivos de instalação temporários do Windows”.

 

5 – Se livre de arquivos duplicados

Se você é daqueles que vive copiando e colando arquivos de um lugar para outro no computador, certamente já criou arquivos duplicados, mesmo que “sem querer querendo”.
Estes arquivos ficarão ali sem nenhum motivo e só servem para ocupar espaço em seu HD, sobrecarregando o sistema.
Pensando nisso, já existem inúmeros aplicativos capazes de encontrar e eliminar conteúdos duplicados em sua máquina, mantendo seu equipamento mais leve e com mais capacidade de armazenamento. 
Alguns programas poderão lhe auxiliar na detecção e resolução deste problema. São eles:
  • Auslogics Duplicate File Finder
  • CloneSpy
  • Fast Duplicate File Finder
  • DoubleKiller
  • Duplicate Cleaner
  • AllDup
  • Anti-Twin
  • SearchMyFiles

 

6 – Zerou, acabou!

Para quem é Gamer, estar com a unidade de armazenamento abarrotada de jogos é algo mais do que natural. Com a facilidade oferecida pelas lojas virtuais e os jogos 100% digitais que não requerem o uso de mídia física, lotar a unidade de armazenamento é algo bem comum.
Não importa o quanto você gosta de um jogo, siga sempre essa premissa: “Se você não jogou este game dentro do intervalo de três meses, desinstale-o.”
Se desapegue um pouco dos seus games “single-player” já terminados ou que tenha se desinteressou depressa demais. Você poderá baixá-lo novamente com um simples clique sempre que quiser, não havendo a necessidade de mantê-lo de “molho”.
Dê prioridade aos jogos “multiplayer” que você frequentemente usa e aos lançamentos que você ainda está a experimentar.
Se possível, reserve uma unidade de armazenamento HD convencional de alta capacidade (1TB, 2TB, 4TB…) unicamente para instalação de jogos, uma vez que alguns títulos podem superar o espaço de 130GB após instalados.

 

Precisa melhorar a sua unidade de armazenamento? Entre em contato com a gente que ajudamos a achar a melhor solução para você. 

Comentários

Comentários