Algo que eu sempre senti falta nos mouses da Corsair, é um design mais moderno, similar ao que Logitech faz com os modelos da sua linha atual.

Mas esta espera acabou. Hoje vamos falar do Glaive RGB, um mouse modular fabricado pela Corsair, com iluminação LED RGB e outros recursos interessantes.

DESIGN

Agora vai! O design do Glaive RGB é cheio de formas assimétricas, bem diferente dos outros modelos da marca.

Com três zonas de iluminação RGB o mouse é predominantemente na cor preto fosco, com uma linha em black piano na lateral esquerda.

O scroll do mouse se parece muito com um pequeno pneu e a parte frontal se parece com uma entrada de ar de automóveis.

Apesar de não ter sido mencionado pela fabricante, talvez o Glaive RGB tenha sido projetado pelos mesmos engenheiros da BMW, que idealizaram o design do headset VOID PRO RGB.

ACABAMENTO

Com uma construção bem sólida, este modelo parece ter recebido um acabamento bem melhor que o modelo M65 RGB, que tinha uma pequena falha de projeto no botão lateral.

O Glaive RGB está disponível em dois modelos. O modelo preto que testamos, é produzido em plástico, enquanto o outro modelo possui um chassi em alumínio.

O mouse possui enormes pezinhos em teflon, um cabo USB sleeve de 1,8 metros revestido em nylon, texturas emborrachadas para as laterais e para a roda de rolagem do scroll.

O único contra no acabamento que eu pude notar, é o conector USB, que não é banhado a ouro como na maioria dos mouses desta categoria.

ERGONOMIA

A grande jogada do Glaive RGB é que ele se trata de um mouse modular.

Isto quer dizer que você pode trocar entre três partes magnéticas que alteram completamente a pegada e a ergonomia do mouse. É só puxar e encaixar a que melhor lhe atende.

Este é um mouse de tamanho médio, ideal para quem possui mãos grandes.

Porém há um detalhe que acho importante mencionar. Os dois botões da lateral esquerda são bem ressaltados e possui um acionamento diferente.

Você os pressiona com maior precisão quando se faz um movimento de baixo para cima no botão. Como se estivesse levantando ele.

Achei interessante esta característica, mas ela força o usuário a manter uma pagada do tipo “claw grip” quando este pretende acionar os botões. Uns podem gostar, outros não.

O modelo preto é mais leve, por não possuir o chassi de alumínio. Mas em ambos, não há ajuste de peso.

RECURSOS

O mouse apresenta LED’s RGB totalmente personalizáveis, em três zonas distintas de iluminação.

Através do software de controle da Corsair há um monte de efeitos interessantes e é possível sincronizar a iluminação com outros dispositivos da marca.

Falando em macros, temos 6 botões programáveis, utilizando switches Omrom, com durabilidade de até 50 milhões de cliques.

O sensor utilizado no Glaive RGB é o PMW3367, permitindo livre definição de valores para até cinco níveis, acionados através do botão de controle de DPI e com identificação visual por LED.

Este sensor é capaz de operar com até 16.000 DPI’s.

Outro recurso interessante é o calibrador de superfície. O software da Corsair permite mapear a superfície de contato do mouse, para obter a melhor responta possível ao sensor.

Por fim, você consegue configurar a altura máxima de responta do sensor ao levantar o mouse da superfície, aprimorar a precisão do cursor, habilitar a otimização de resposta do botão, além de modificar a taxa de atualização em milissegundos.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A Corsair acertou em cheio no design do Glaive RGB. É um mouse bonito, confortável e modular, com três partes intercambiáveis.

Ergonomicamente vai atender aos mais exigentes e aos que gostam de mouses mais largos, devido a estas opções de ergonomia.

Os pontos negativos são poucos e podem ser vistos mais como uma questão de gosto pessoal, a exemplo da maneira que os botões laterais funcionam e a ausência de um controle de peso.

Um sensor capaz de operar em até 16.000 DPI’s talvez seja um exagero, onde poucas pessoas vão utilizá-lo com um valor tão alto.

O armazenamento de perfis para a iluminação, definições de macros e ajustes de DPI, são muito bem vindos.

O Kit acompanha as três partes intercambiáveis, uma bolsa de transporte, um velcro para organização do cabo USB e um manual de instruções.

Até então, meu mouse preferido era o G502 Proteus Spectrum, da já consagrada Logitech.

Mas depois de usar o Glaive RGB por tanto tempo, tenho que dizer que este superou com certa vantagem o concorrente, uma vez que o preço de ambos é muito parecido.

Gostou do Glave RGB?
Corre lá na WAZ acessando 
www.waz.com.br. A WAZ é a loja perfeita para quem é fanático por tecnologia.

Comentários

Comentários