Seu computador está trabalhando no limite, não é mesmo? Talvez seja porque a cada dia as aplicações e jogos estão requisitando mais e mais memória (RAM). Fazer um upgrade poderá tornar o trabalho do seu computador um pouco menos árdua, permitindo abrir uma maior quantidade de programas simultaneamente e alternar entre eles de maneira mais “fluída”.

Mas antes de sair comprando memórias por ai, é preciso saber se seu computador, notebook ou ultrabook suporta upgrades e qual a memória exata para garantir a compatibilidade e estabilidade. Preparamos aqui, algumas dicas úteis que vão te dar uma ajudinha.

Sistema Operacional

A primeira dica  refere-se ao sistema operacional e a quantidade de RAM suportada por este.

A quantidade máxima de RAM que sistema operacional de 32-bit consegue gerenciar é de 4GB. Exemplificando, isto significa que, caso seu computador já possua um módulo RAM de 4GB e você instale outro módulo novo de 4GB, o sistema operacional de 32-bit conseguirá identificar apenas 4GB.

Já para os sistemas mais recentes de 64-bits, a exemplo do Windows 10, limite de RAM pode chegar a incríveis 2TB. Portanto, certifique-se qual é a versão do seu sistema operacional antes de tudo.

Processador

O processador é um indicador direto do padrão e quantidade de RAM que poderá ser utilizada no seu computador. Ele também mostra a quantidade de canais, a frequência e a tensão de operação dos módulos.

Vamos pegar por exemplo, o processador Intel Core i5 4690K de 4ª geração. Procurando pelas especificações desteprocessador na página oficial de suporte da Intel (clique aqui), é possível identificar que este processador é compatível com memórias do padrão DDR3 ou DDR3L, suporta frequências de 1.333MHz a 1.600MHz, um limite máximo de 32GB e arquitetura Dual-Channel.

Consulte sempre as especificações seu processador na página oficial da fabricante, antes de definir sua compra.

Placa-Mãe

Agora que você já sabe qual é o sistema operacional e o processador do seu computador, é hora de dar uma espiada dentro do gabinete. Você precisará saber quantos módulos de memória já estão instalados em seu computador e quantos slots livres estão disponíveis para que novos módulos sejam instalados.

Se você possui um computador do tipo desktop, basta abrir a tampa lateral do seu gabinete para ter acesso. Já em notebooks / ultrabooks, geralmente há uma pequena porta de acesso na parte inferior.

Ler o manual da Placa-Mãe também irá lhe auxiliar quanto a quantidade de slots disponíveis, além de fornecer uma importante informação. É possível saber quais os limites máximos de frequência para módulos de memória suportados pela sua Placa-Mãe e sua capacidade de overclock. Isto definirá quantos módulos deseja comprar e qual a frequência máxima destas.

Memórias

Certamente você já possui memórias instaladas em seu computador / notebook. Sendo assim, para garantir a máxima compatibilidade e principalmente manter seu sistema o mais estável possível, é importante seguir algumas dicas.

A primeira delas e sempre optar por módulos de memória com a mesma frequência da memória já instalada. Apesar do sistema permitir a combinação de módulos de diferentes frequências, a Placa-Mãe sempre irá limitar a frequência dos módulos pelo menor valor. Exemplificando, se você instalar um módulo de 1.600MHz junto com outro de 1.333MHz, a Placa-Mãe irá configurar as duas operando pelo menor valor que é de 1.333MHz.

A segunda dica se refere às latências. Se você observar as especificações da memória no site oficial da fabricante ou geralmente impressas em uma etiqueta da embalagem ou na própria memória, notará alguns valores, como por exemplo 11-11-11-24. Estas são as latências do módulo de memória. Escolha memórias de mesma latência sempre que for possível. Ou, se realmente for necessário, você poderá redefinir estes valores acessando a BIOS da Placa-Mãe e configurando as latência para os valores do módulo com latência maior.

Instalação

Passo 1: Agora que você comprou o novo módulo de memória, baseado nas informações do seu Sistema Operacional, Processador e Placa-Mãe, é hora de instalar fisicamente a memória. Para isso, desligue seu computador, remova o cabo de energia e abra a tampa do seu gabinete. Localize os slots livres de RAM que irão receber os novos módulos.

Passo 2: Todos os slots de memória possuem duas travinhas, uma em cada lado. Para instalar o novo módulo de memória ou remover o já instalado, é necessário abrir essas duas travas suavemente, e então encaixar ou retirar o referido módulo. O encaixe poderá ser feito de um único modo, pois existe um limitador guia no encaixe do slot.  Quando encaixar completamente os módulos no slot as travas irão se abaixar e manter o módulo fixo ao slot.

desktop-ram-installation

Feito isso, certifique-se mais uma vez se os módulos estão perfeitamente encaixados, feche a tampa do gabinete, reconecte o cabo de força e ligue seu computador para conferir se a nova memória foi reconhecida.

Se tudo foi feito certo, o computador se inicializará. Você poderá verificar se a memória foi reconhecida de várias formas, seja acessando a BIOS, verificando informações no Post de inicialização, ou mesmo dentro do sistema operacional.

Se preferir, você poderá submeter seu computador a testes de estabilidade com softwares de diagnóstico de memórias, a exemplo do MemTest.

Esperamos que tenha apreciado estas dicas e possa fazer a compra certa para o upgrade de seu computador sem dores de cabeça. Se já escolheu seuas novas memórias, dê uma olhada na WAZ acessando www.waz.com.br. lá tem uma série de produtos para quem é fanático por tecnologia.

Comentários

Comentários