Escolher roteador wireless é uma tarefa cada vez mais importante e mais difícil para quem quer conectar seus aparelhos em casa. Sua rede tem que suportar seu computador, celulares, tablet, consoles, e a lista só aumenta!

Para fazer a escolha do modelo certo gastando apenas o necessário, é preciso levar em consideração algumas características do seu uso. Para isso nós vamos te mostrar o que ter em mente para escolher o roteador ideal, confira!

A velocidade da sua internet

Qual a velocidade da sua internet? Quantos Mbps você imagina que terá seu plano nos próximos anos? As respostas dessas perguntas são a primeira informação que você precisa para fazer uma boa compra.

Os roteadores atuais têm vários padrões: B, G, N e AC. Os três primeiros são mais comuns, mais baratos e sua diferença está primordialmente na velocidade de transmissão.

Caso sua internet seja de 30Mbps, por exemplo, mas você pretende dobrá-la no futuro, os padrões B e G não conseguiram mais atendê-lo, pois todos transmitem dados a menos de 54Mbps e limitarão a sua internet. Veja a velocidade que eles entregam:

  • 802.11b: 11Mbps
  • 802.11g: 54Mbps
  • 802.11n: 600Mbps
  • 802.11ac: 1Gbps

Hoje, muitos modelos utilizam um padrão híbrido 802.11b/n/g, que pode ser uma solução segura caso o padrão AC seja demais para o seu uso.

O tamanho da sua casa

O segundo fator e um dos mais importantes para se levar em conta na hora de escolher roteador wireless é o espaço que ele deve cobrir. É um apartamento pequeno ou uma casa de dois andares? Os prédios vizinhos estão próximos ou mais distantes?

Roteadores mais novos, com padrão 802.11ac, conseguem alcançar áreas maiores. Modelos com duas ou três antenas podem te oferecer um ganho ao direcionar o sinal para lados diferentes.

Os roteadores AC, além de maior alcance, trabalham com duas faixas de frequência, 2.4GHz e 5GHz, ideais para evitar interferência em um lugar com muitos aparelhos sem fio — caso esses não sejam problemas para você, talvez um modelo mais simples funcione perfeitamente.

O seu sistema operacional

Muitas pessoas têm dúvida na hora de montar redes com aparelhos da Apple. Não se preocupe! O padrão wireless é adotado por todas as empresas, e o sinal do roteador deve ser captado da mesma forma em todos.

Caso o uso de um Macbook, iPad ou iPhone seja prioridade para você, o Airport, roteador da Apple, te oferecerá facilidade de instalação e alguns recursos extra para aparelhos da marca. Se você não possui gadgets Apple ou não faz questão dessas configurações extras, roteadores de outras marcas são mais baratos e cumprem sua função sem problemas.

O quanto você pretende gastar

Todos estes fatores acima são importantes para definir suas necessidades, mas o que pode mandar no final é o tamanho do seu bolso. Caso você não tenha condição de comprar o modelo ideal, no básico que você precisa para seu uso e faça algumas alterações para otimizar sua rede.

Se o sinal não está atingindo a casa toda, por exemplo, tente mudar a posição do roteador, em um ponto mais central da casa e longe de obstáculos.

Caso o problema seja muitos aparelhos disputando o mesmo sinal, deixe o roteador próximo aos aparelhos que demandam mais dados e conecte-os a ele usando o bom e velho cabo de rede.

Escolher roteador wireless parece uma tarefa para profissionais, mas basta saber bem do que você precisa e quanto você quer gastar para encontrar o modelo ideal. Não precisa ser o mais caro ou o mais potente — ele precisa apenas atender às suas necessidades.

E se você quer receber mais dicas como esta diretamente no seu email, assine agora a nossa newsletter!

Comentários

Comentários