Você conhece a maneira correta de aplicar a pasta térmica? Parece algo simples não é mesmo. Mas aparentemente não é. Pelo menos não para algumas pessoas.

É um erro comum as pessoas acharem que a pasta térmica serve para resfriar o processador, ou que quanto mais pasta térmica, melhor a refrigeração.
Acontece é que o excesso de pasta térmica acaba fazendo o oposto. Ou seja, se torna um isolante térmico. Em excesso, ela pode escorrer para outros contatos da placa e danificar a mesma caso possuam algum metal em sua composição.

aplic_pasta_termic_001A verdade é que a pasta térmica deve ser utilizada apenas para preencher minúsculas lacunas entre a base do dissipador e a superfície do processador, facilitando assim a transferência de calor entre eles.
As pastas térmicas mais simples, possuem em sua composição, silicone e óxido de zinco, mas existem pastas mais complexas com cerâmica, prata e até ouro.

Alguns cooler´s vem com um composto térmico pré-aplicado de fábrica. Eles geralmente são melhores que as pastas térmicas mais baratas em termos de condutividade. Mas possuem seus pontos negativos. Geralmente ressecam, grudam no processador e acabam por se tornar isolantes térmicos com o passar do tempo.

aplic_pasta_termic_002

Disponíveis em diversos tipos de embalagens, as mais comuns são encontradas em bisnagas ou seringas.

Entendido, mas qual a maneira correta de se aplicar a pasta térmica?
Primeiramente, caso você vá fazer uma nova aplicação, é necessário remover os resíduos deixados na base do cooler e do processador.
Para isto você precisará de álcool isopropílico e cotonetes de algodão. Ambos podem ser encontrados em farmácias. Este tipo de álcool é mais puro e não contém quantidades consideráveis de água, o que o torna ideal para limpeza de componentes eletrônicos.

aplic_pasta_termic_003

Com bastante paciência, basta usar os cotonetes levemente umedecidos em álcool isopropílico, até remover completamente a pasta térmica.
Se os resíduos estiverem muito ressacados e difíceis de sair, você poderá utilizar uma espátula de plástico. Caso ela não esteja disponível junto com a embalagem da pasta térmica, você poderá utilizar aquelas pazinhas de plástico que são oferecidas quando você compra um sorvete.

Agora é hora de aplicar a nova pasta térmica.
Com a espátula, aplique uma pequena quantidade equivalente a uma gota sob o processador e espalhe uniformemente a partir do centro, até que uma fina camada apareça.

aplic_pasta_termic_004

Repita o mesmo na base do cooler, lembrando que neste caso, você não precisa aplicar a pasta em toda sua extensão, mas sim somente no centro, pois já temos pasta aplicada no processador.
A quantidade será a mínima possível. O suficiente apenas para preencher as lacunas e micro-imperfeições da superfície da base.
Recoloque o cooler e pronto.

Esse procedimento pode ser feito novamente de tempos em tempos, a fim de garantir uma eficiente troca de calor entre o processador e o cooler.
No mercado há uma infinidade de marcas e compostos de pasta térmica. Algumas marcas já conhecidas são Arctic Silver, Ceramic 2, Gelid e Noctua.

aplic_pasta_termic_005Espero que tenham gostado deste tutorial e que tenha ajudado você a fazer corretamente a próxima aplicação de pasta térmica.

Comentários

Comentários