Houve um tempo em que a maioria das pessoas tinha mais dados do que precisavam em seus computadores. Mas esse tempo definitivamente ficou para trás. A internet, cada vez mais acessível, tornou o consumo de vídeos, fotos, músicas, games e todo tipo de arquivo pesado, cada vez mais comum.

Sendo assim, com a quantidade de dados no sistema aumentando cada vez mais, o espaço livre em disco vem se tornando algo cada vez mais escasso, não é mesmo? Você se lembra da época em que 1 GB era muita memória no computador? Pois hoje esse valor não dá nem para o começo! No post de hoje vamos apresentar algumas dicas para liberar espaço no HD. Acompanhe com a gente!

O problema

É importante saber lidar com “estoques” maiores, não apenas por questão de organização mas, principalmente, de funcionalidade. Isso porque conforme a memória vai enchendo e o espaço livre em disco sendo reduzido, o sistema operacional começa a ter uma queda notável no desempenho. Isso gera lentidão, falhas na memória virtual e outros problemas. Mais cedo ou mais tarde todo ser humano tem que fazer um “check up” geral no computador ou notebook e fazer uma seleção do que ficará e o que deverá ser excluído em nome da saúde do sistema.

disco_cheio

As soluções

Excluir pastas fantasmas

O seu sistema — seja ele Windows ou Mac — armazena dados de seus acessos que talvez você não nem imagine! É “commodity” entre os programas usar os arquivos temporários durante as atividades, por exemplo. Por questões de segurança, o sistema automaticamente cria pastas para armazenar esses arquivos. O problema é que essas pastas não são limpas automaticamente e acabam ficando ali sem necessidade.

Para os usuários de Windows, a primeira coisa a se fazer é rodar o utilitário de limpeza de disco. Basta clicar em Iniciar, Todos os Programas, Acessórios, Ferramentas de Sistema e, por fim, em Limpeza de Disco. Esse procedimento vai dar um jeito naquelas pastas que podem ser facilmente descartadas. Já para os usuários de Apple, é preciso ir à Mail Downloads, que nada mais é do que a pasta que o Mail cria quando você abre um arquivo. Se você recebe anexos com frequência, é sempre bom dar uma faxina nesta pasta.

limpeza2

Desativar o modo Hibernar

O recurso de hibernação salva tudo que está na memória RAM para não ter que carregar de novo ao desligar. Isso acaba pensando na memória do dispositivo a cada vez que o recurso é usado. Para desabilitar o recurso, vá ao menu Iniciar, Executar e digite desk.cpl. Com isso, abrirá a tela de propriedades de vídeo. Então vá até a aba Proteção de Tela e clique no botão Energia. Em seguida, uma nova tela se abrirá, e você deverá clicar na aba Hibernação e desabilitar o recurso.

Apagar arquivos duplicados

As duplicações são muito comuns, afinal, muitas vezes salvamos o mesmo arquivo no computador duas vezes, sem querer, ou até mesmo sem perceber. Para amenizar este problema, você pode usar o c. Com esse programa, você encontra fotos que tenham cópias presentes no computador e então, é só descartar o que estiver sobrando!

Duplicate-Cleaner1

Realizar uma faxina geral

Esta dica pode até ser batida, mas, com certeza, vale muito a pena: faça você mesmo a sua própria faxina. Dê uma boa olhada em seus arquivos e delete tudo aquilo que não serve mais. Você vai se impressionar com a quantidade de arquivos e pastas perdidos no “limbo”.

Armazenar arquivos em nuvem

Que tal armazenar seus arquivos em nuvem? Com serviços como Dropbox, é possível hospedar seus arquivos sem gastar memória em lugar nenhum e o melhor: de graça. Seus arquivos estarão seguros e disponíveis, onde quer que você esteja.

dropbox

Adquirir um HD externo

Ter um HD externo é uma ótima opção para ajudar a liberar espaço na memória do seu computador. Você pode ir salvando os arquivos neste dispositivo conforme a necessidade e, com isso, garantir memória e melhor desempenho no computador. E o melhor é que esta alternativa representa uma ferramenta de segurança a mais para os seus dados, afinal, certamente você não usará tanto o HD como o computador e, com isso, ele terá menos chances de apresentar problemas.

E então, você já utiliza alguma destas dicas para otimizar a memória do seu computador ou notebook? Ficou com alguma dúvida, conte pra nós através dos comentários!


Comentários

Comentários