Ele com certeza faz parte da sua vida. E você certamente já errou o lado — ao menos uma vez — na hora de plugá-lo. Cabo USB. Hoje em dia, não há quem não use os famosos cabos hoje para conectar dispositivos em geral. Ele acessório revolucionou a forma de transmitir dados, uma vez que tornou o processo totalmente digital.

Adaptação

No Brasil, até pouco tempo a versão mais popular era a USB 2.0 — chamada de High Speed USB — e lançada há 14 anos. Acontece que os tempos mudaram. Especialmente no mundo da tecnologia, em que as coisas tendem a mudar extremamente rápido.

Em 14 anos, o mercado trouxe, naturalmente, aparelhos com quantidades cada vez maiores de dados, e o número cada dia maior de pessoas com conexões de altíssima velocidade — e consumo de fotos, vídeos e jogos —, gerou a necessidade de velocidades cada vez maiores para a transmissão. Foi ai que chegou o momento inevitável em que o USB 2.0 precisou se adaptar, e, para a alegria dos viciados em jogos e tecnologia, foi criado o padrão USB 3.0, também chamado de Super Speed.

lc power  logo

Funcionalidade

Anunciado em 2008, o novo modelo ainda está se consolidando no mercado tupiniquim. Isso porque a versão 2.0 simplesmente não está mais dando conta do recado. Transmitir um vídeo em alta definição, por exemplo, se tornou um problema quando se usa as configurações antigas.

Porém, para a versão 3.0, essa atividade é função das mais simples. E é fácil entender o por quê: traduzindo em números, a nova taxa de transferência de dados é de 4.8 Gbps, ou seja, simplesmente 10 vezes mais rápida que a versão anterior. Incrível, não? E o melhor é que ainda tem mais: são, no total, 9 fios dentro do cabo — 4 a mais que o anterior. E contando agora com a tecnologia full duplex, todos podem enviar e receber dados em taxas maiores e ao mesmo tempo.

Essa funcionalidade não era permitida no USB 2.0, que era como uma via de mão única. Seria como ter que esperar que o carteiro fosse à central e voltasse toda vez para entregar mais de uma carta. Já no USB 3.0 existem 3 carteiros, cada um com sua rota e que podem ir e voltar sem depender dos outros dois. Mas isso não significa a completa extinção do modelo 2.0. Não por enquanto: as duas versões são compatíveis.

É bastante comum encontrar placas-mãe, laptops e afins que oferecem os dois tipos de portas: os conectores são bastante parecidos, mas os fabricantes estão adotando a cor azul na parte interna do 3.0 para, assim, poder diferenciá-lo do 2.0.

Cabo inteligente

Uma curiosidade interessante é que o Super Speed também tem suas vantagens sustentáveis. Isso mesmo: existe uma tecnologia interna capaz de reconhecer quando é preciso usar mais ou menos energia para transmissão de dados, pois existem aparelhos que requerem mais eletricidade que outros. Quando o computador entra em estado de espera, por exemplo, o 3.0 “sabe” que pode puxar menos energia e, inclusive, possui o modo de stand by para quando não está sendo utilizado. Resumindo: o USB 3.0 é mais rápido, de melhor qualidade e economiza mais energia do que a versão anterior.

U3-AMMM-03

Evolução

Conforme você já sabe, vivemos um período de transição destas duas versões. Mas já estão sendo lançados no mercado, dispositivos que só aceitam os padrões de transferência mais altos, como alguns HD’s externos, por exemplo. Conectados ao cabo USB 3.0, eles fazem um backup do seu computador inteiro em menos de 5 minutos (acredite!). Outros exemplos seriam as novas webcams com imagem de alta resolução, câmeras digitais cada vez mais modernas e drives de Blu-Ray.

USB 3.1

Adaptação sempre será a premissa número 1 de todo tipo de tecnologia e é por isso que já foi anunciada a nova versão USB 3.1, que oferece taxas de transferência ainda maiores — mais precisamente 10 Gb/s — ou seja, o dobro do atual. Os métodos de codificação de dados são também mais eficientes e o conector é do tipo C — com plugue reversível — o que eliminaria de vez o problema da tentativa de conectar do lado errado!

E você, já está se adaptando às novas versões do USB? Notou a diferença? Compartilhe sua opinião deixando um comentário!

Comentários

Comentários