Conheça o entregador do futuro!

Você já deve ter visto ou, ao menos, ouvido falar do seriados animados Os Jetsons e Futurama. Neles, as personagens vivem em mundos futurísticos, cercadas por tecnologias super avançadas, robôs e carros voadores. Uma realidade ainda distante da nossa.  

Porém, aos poucos, esse abismo que separa nosso mundo daqueles mostrados nos desenhos vem diminuindo. Prova disso são os chamados “entregadores do futuro”: os drones, veículos aéreos não tripulados, vêm sendo testados por grandes empresas para entregar produtos na sua casa, e numa velocidade sem precedentes.

Já imaginou receber uma pizza em sua residência, minutos após seu pedido, trazida por um drone ao invés de um motoboy? Ou receber a mercadoria comprada online menos de uma hora depois de efetivada a compra?

Com o entregador do futuro, esses cenários podem se concretizar.

Entregas “a drone”

Os mais antigos utilizavam a expressão “a jato” para simbolizar rapidez. A Amazon, empresa de compras online, leva esse conceito tão a sério que vem trabalhando no protótipo de um drone, o Prime Air, para acelerar o seu sistema de entregas. Com ele, a empresa promete enviar os produtos em menos de meia hora após a confirmação da compra por seus clientes.

Há de se ressaltar que testes ainda precisam ser realizados para determinar que tipos de mercadorias poderão ser transportadas por este equipamento. Além disso, ainda não há uma legislação específica para este modelo de veículo aéreo, o que impede seu uso para fins comerciais.  

Contudo, a Administração Federal de Aviação (FAA, em inglês) visa estabelecer leis voltadas para este meio de transporte, previstas para o fim de 2015. Até lá, a Amazon já pretende contar com drones adequados para suas entregas domiciliares.

prime-air_high-resolution01

Motoboys, temeis!

A vida dos motoboys entregadores de pizza pode estar com os dias contados. Ou melhor, os anos! A rede de pizzaria delivery Domino’s também está testando um veículo aéreo não tripulado para agilizar suas entregas.

O Dominicopter, fabricado em parceria com uma agência de publicidade, pretende cruzar os céus, evitar o trânsito e entregar pizzas com a maior rapidez possível aos seus clientes. E o melhor de tudo: quentinhas, uma vez que elas irão embaladas em uma bolsa térmica.

Os primeiros testes foram realizados com sucesso. O dispositivo voador tem capacidade para duas pizzas e percorre pouco mais de seis quilômetros em menos de dez minutos. O Dominicopter conta também com uma câmera para monitorar todo o percurso da entrega. Todavia, até a utilização desse equipamento ser liberada, a empresa estuda formas de aumentar a distância percorrida, com o auxílio de GPS, e uma maneira de também transportar bebidas.

pizzacopter

Drones para salvar vidas

A DHL, empresa alemã do ramo de entregas domiciliares, também está testando drones, mas para outra finalidade: ajudar a quem precisa em locais remotos e de difícil acesso. Em seu último teste, o equipamento da companhia transportou um pacote com quase sete quilos de remédios e utensílios de primeiros socorros através de um rio.

Os drones serão peças fundamentais para a logística e para venda de produtos das grandes empresas, principalmente para aquelas com serviços de entrega em domicílio, com clientes ávidos para receberem seus novos produtos.

DHL_drone

Mas agora queremos saber de você, leitor. O que achou da ideia e da utilidade deste novo equipamento? Ele irá funcionar? Deixe seu comentário e compartilhe suas expectativas conosco. Até a próxima!


Comentários

Comentários