A memória RAM é a queridinha de gamers, editores de vídeo e artistas de computação gráfica – e não é para menos. É ela a responsável por armazenar informações que são utilizadas frequentemente pelo computador e está diretamente ligada ao desempenho de programas de edição gráfica, de vídeos e jogos de computador, dentre outros.

Como o próprio nome já indica, RAM, de Random-Access Memory (Memória de Acesso Aleatório) é um tipo de memória que pode ser acessada pelo processador a qualquer momento, em um ponto qualquer, para ler ou gravar dados. Como seu acesso e leitura podem ser realizados em qualquer localização da memória, ela é muitas vezes mais rápida que dispositivos de acesso linear, como o disco rígido e pendrives.

Justamente por isso, a memória RAM funciona para manter o desempenho do computador enquanto você executa um programa ou mesmo enquanto o sistema operacional funciona no computador. Entretanto, a memória RAM é processo volátil – quando o computador se desliga, a informação não é retida.

Memória dinâmica e estática

Os dois tipos mais comuns de memória RAM disponíveis no mercado são o estático e o dinâmico, SRAM e DRAM respectivamente. De forma simplificada, a SRAM, estática, é mais rápida que a DRAM, a dinâmica, porém custa mais caro, consome mais energia e precisa ser montada em peças maiores, ocupando mais espaço. Por este motivo, as memórias estáticas costumam ser utilizadas em processadores, enquanto a dinâmica é a aplicada nos pentes de memória RAM, que servem de base para o funcionamento do sistema operacional do computador e dos programas.

Há ainda a MRAM (Magnetoresistive Random-Access Memory – RAM Magneto-resistiva), que está sendo desenvolvida. Apelidada de “memória RAM do futuro”, a MRAM ou MeRAM promete consumir menos energia, armazenar as informações mesmo após o desligamento do computador e ter maior capacidade de armazenamento de dados.

everspin-mram

Temporização e latência

Os principais parâmetros para se medir a capacidade da memória RAM são a temporização e a latência, que indicam quanto tempo o controlador de memória gasta para ler e escrever informações na memória.

Esses dados são informados através da forma “tCL-tRCD-tRP-tRAS-CR. A sequência de siglas esquisitas indica os diversos intervalos de acesso relacionados ao funcionamento da memória. Quantos menores os intervalos, mais rápido o seu funcionamento.

Capacidade das memórias

Este é o parâmetro mais comum de comparação entre as memórias. Seu impacto no desempenho da máquina é fácil de entender: quando a memória está cheia é necessário remover algum dado para colocar o próximo que será guardado. Quando há mais memória disponível os novos dados são simplesmente acrescentados, e toda a informação fica disponível, sem que sejam necessários novos ciclos de apagar e regravar.

Por isso, mais memória RAM permite que o computador mantenha vários programas funcionando simultaneamente sem travar e é útil na edição de vídeos e fotos. Com estes programas e arquivos prontos para serem usados no RAM os processos são feitos de forma muito mais rápida.

g.skill_f3-1600c7q-32gtx_1

Com a evolução dos programas e acréscimo de recursos e funções, é necessário cada vez memória para que tudo rode bem. Um computador doméstico hoje sai com, no mínimo 2 GB de RAM, mas modelos com 4 ou 8 GB não são difíceis de encontrar. Sendo um componente barato, este é também um upgrade muito popular.

Se você está pensando em fazer um upgrade na sua máquina, confira aqui o nosso guia!

Ainda tem dúvida de como algum componente do seu computador funciona ou para que serve? Comente! Sua dúvida pode ser o tema do próximo WAZ Explica!


Comentários

Comentários