Provavelmente isto já aconteceu com você, com algum amigo ou parente. Talvez você esteja agora lendo isto do seu smartphone, porque acabou de derrubar água no seu notebook e não sabe o que fazer. Se for este o caso, vá correndo desligar seu aparelho! Tire-o da tomada, desconecte a fonte, remova a bateria se possível e depois volte a ler o texto. Não tem problema, nós esperamos.

Pronto?

Vamos então hoje explicar o que você deve fazer caso passe por esta situação tão desagradável, mas tão comum. Acompanhe com a gente:

Porque água e eletrônicos não se dão bem

A primeira coisa é entender que não é o líquido que vai causar danos imediatos ao seu notebook. A água, refrigerante ou café que você acaba de derramar sobre o seu notebook não faz muito estrago por si só. O problema é que o que estes materiais não são bons isolantes elétricos. Ao entrar em contato com as trilhas de circuito e terminais do aparelho eles permitem que a corrente elétrica pule de um local para o outro. Com isto, os componentes vão receber correntes para as quais não foram projetados. Dependendo de onde o líquido chegar, pode fechar um curto-circuito, que é ainda mais perigoso. É isso que faz os componentes estragarem, na maioria das vezes.

Outro problema é que, mesmo após a evaporação do líquido, ficam resíduos nos locais afetados. No caso de água pura, não sobra quase nada. Mas quando é alguma bebida como café, refrigerante ou sucos, o resíduo é muito maior. Além de existir a possibilidade que este resíduo seja capaz de provocar um curto-circuito, ele também pode interferir com o funcionamento de partes mecânicas, atrair formigas ou provocar a corrosão do componente com o tempo.

20130110_114642

O passo a passo do desespero

Sabendo disso fica fácil entender que todas as medidas que você deve tomar depois de socar o cotovelo naquele copão de suco, bem do lado do seu computador, são no sentido de evitar que o líquido se espalhe pra dentro da carcaça.

O primeiro passo é cortar o fornecimento de energia. Tire a bateria o mais rápido possível. Se seu aparelho não permite, desligue-o e desconecte todo e qualquer periférico que estiver ligado, em todas as portas. Assim que fizer isto, vire o notebook imediatamente com o teclado para baixo e o apoie em um lugar seco e firme. Deixe-o nesta posição por um tempo, para que o máximo do líquido escoe de volta. Coloque uma toalha por baixo para absorver o que pingar.

O teclado de muitos aparelhos tem uma espécie de bandeja na parte de baixo, que pode evitar que derramamentos menores cheguem ao interior do computador. Isto pode acabar salvando a sua máquina.

O próximo passo é secar com um pano limpo todo o líquido que estiver visível. Não use secadores de cabelo (você não quer jogar pó dentro daquela meleca, nem espalhar o que está lá dentro) nem coloque o aparelho ao sol. Deixe que ele fique secando naturalmente, à sombra, por pelo menos um dia.

Um truque muito recomendado na internet é colocar o aparelho em uma vasilha com arroz cru. Não faça isto! O arroz é hidrofílico e absorve a umidade, mas você definitivamente não quer que sua máquina fique cheia de arroz nos pequenos vãos entre as peças. Esta técnica é boa para celulares e MP3 players, mas não para aparelhos maiores e cheios de partes móveis.

N51_WaterSpillsElectronics

Respirar fundo e assumir o prejuízo

Se após um dia secando você tentar bootar o computador e ele não der sinal de vida, não fique insistindo. Leve a máquina a um técnico de confiança, para que ele faça uma avaliação melhor do estrago. No desespero, muita gente que não tem a menor ideia do que está fazendo sai desmontando o computador para ver se encontra o problema. Seremos sinceros com vocês: se você está lendo este texto, é porque não possui os conhecimentos necessários para fazer o diagnóstico correto das placas e a chance que você piore as coisas é grande.

Mesmo que se percam alguns componentes, na maior parte das vezes é possível recuperar as informações dos discos rígidos da máquina. Fotos, vídeos, trabalhos e arquivos pessoais contidos neles normalmente valem mais que o preço do notebook inteiro, então é melhor não arriscar.

Não existe fórmula mágica para trazer o computador de volta a vida (a realidade é cruel, nós sabemos). Se o dano já está feito, o melhor conselho é procurar ajuda especializada e ficar esperto pra não deixar acontecer de novo.

Você já derramou alguma coisa no seu notebook? Como foi a situação? Nos conte, nos comentários!

Comentários

Comentários