Computadores ficam ultrapassados – e isto não é nenhuma novidade, correto? Todo o tempo novos programas são lançados, exigindo maior capacidade de processamento, memória e recursos gráficos. Aos poucos, máquinas antigas vão ficando incapazes de acompanhar as novidades do mercado. Para ter um PC funcionando sem problemas você tem duas opções: comprar um novo ou realizar um upgrade. Qual é a melhor opção para você?

Conheça as suas necessidades

A primeira pergunta a se fazer é qual a sua real necessidade. Se você é um usuário básico, que navega na internet e utiliza programas como editores de texto e players de vídeo, sua demanda será bem diferente de alguém que goste de jogos com muitos efeitos gráficos ou de produzir animações. Tenha claro o que você deseja fazer com seu PC. Isto evitará investimentos desnecessários ou que você ignore os pontos que realmente precisam de atenção. Para te ajudar, separamos aqui alguns exemplos dos problemas mais comuns e soluções possíveis para eles. Veja quais destes problemas você tem e vamos saber se um upgrade vale a pena para a sua máquina!

PC VELHO DESMONTE[6]

1 – Meu disco não cabe mais nada!

Se você possui uma enorme biblioteca no seu PC, como músicas, livros e filmes, é bem provável que chegue o momento em que seu computador não comporte mais arquivos. Você deve se perguntar se precisa mesmo de tudo aquilo. Deletar arquivos inúteis e fazer uma boa limpeza e uma organização pode liberar bastante espaço na sua máquina. Se você já fez isso e continua sem espaço, deve considerar o upgrade do seu disco rígido.

Em alguns casos, é possível a instalação de discos adicionais. Esta é uma ótima ideia, pois você mantém o HD que já possui e ganha o espaço do novo disco. Se não puder, você precisará substituir o seu HD por um de maior capacidade e será necessário transferir seus dados para o novo disco. Esta não é uma operação complicada, mas procure ajuda de um técnico de confiança se estiver em dúvida. Não vale a pena arriscar a perda de todos os seus dados!

Outra solução possível é a compra de um HD externo. Ele pode ser usado em várias máquinas e não possui nenhum procedimento complicado de instalação. Por outro lado, suas velocidades de transferência tendem a ser um pouco menores. Para quem está acostumado a trabalhar fora de casa ou do escritório com seu notebook tem ainda a inconveniência de se preocupar com mais um periférico na bolsa ou mochila.

341

2 – Meu processador está muito lento!

Se seu computador está mais lento e tem dificuldades em operar vários programas ao mesmo tempo, um upgrade do processador pode ser a solução. Entretanto, antes de investir pesado em um novo processador, é preciso verificar qual a origem do seu problema. Talvez seja algum programa inútil na sua inicialização, um vírus ou mesmo a bagunça dos seus arquivos que estejam causando a lentidão. Veja neste texto alguns dos problemas mais comuns e como lidar com eles.

Se nenhuma destas dicas resolver o seu problema, você pode considerar a compra de um novo processador. Pesquise por modelos mais potentes e mais modernos. Informe-se sobre qual é a arquitetura, a quantidade de núcleos e a frequência do seu processador e compare estes dados com o modelo que deseja adquirir. Se você não entende muito bem estes termos, este texto pode ajudar.

É preciso prestar muita atenção na compatibilidade com a sua placa-mãe, ou você terá que comprar uma nova, o que significaria ainda mais gastos. Além disso, é importante verificar se o consumo de energia do novo processador é adequado à sua fonte, para evitar aquecimentos ou sobrecargas que podem acabar com o ganho de desempenho. Você pode conferir o consumo de energia nas descrições do produto e comparar com as especificações da sua fonte.

772499001

3 – Jogos e programas gráficos não estão rodando bem!

Se você é um editor de vídeos, designer ou mesmo um gamer, você pode já ter passado por esta situação. O computador fica extremamente lento quando você manipula arquivos pesados, renderiza animações ou está naquele jogo com efeitos visuais avançados. Neste caso, há duas opções básicas para aumentar o desempenho do seu computador: comprar memória RAM ou adquirir uma nova placa de vídeo.

Comprando memória RAM

A memória RAM guarda informações que são utilizadas recorrentemente pelo sistema. É nela que jogos, programas de computação gráfica e de edição de vídeo armazenam os arquivos temporários que são utilizados na sua operação. Para instalar mais memória RAM no seu PC, é preciso verificar qual o tipo e quantidade de memória sua placa-mãe comporta, ou você precisará comprar uma nova placa. Também é recomendável evitar a mistura de pentes de formatos e frequências diferentes – tudo para diminuir o trabalho da sua placa-mãe e evitar incompatibilidades.

O upgrade de memória RAM pode ser realizado acrescentando mais pentes ou comprando memórias com tecnologia mais avançadas e taxas de transferência de dados mais altas. Confira um guia mais completo sobre compra de memória RAM neste texto.

memory upgrade

Upgrade na placa de vídeo

Se você irá lidar com jogos de gráficos de última geração ou produzir vídeos e animações complexas, provavelmente a compra de memória RAM não irá resolver. Neste caso, é preciso também investir em uma placa de vídeo, indicada principalmente para quem curte jogos com grandes cenários 3D e que abusem de gráficos complexos.

A maior parte dos aceleradores gráficos são projetados especialmente para jogos e aplicações caseiras, como filmes em alta definição, interfaces de sistema e até mesmo navegação na internet. Se você usa programas de animação, render, CAD e simulações de engenharia, estas placas não oferecem muito ganho. Procure as linhas específicas para isto, como a Quaddro e FirePro. Leve em conta também a idade e nível de desempenho da sua máquina atual. Uma placa de última geração não terá seu potencial bem aproveitado em um PC muito antigo. Na dúvida, consulte um técnico ou vendedor de sua confiança.

20130315_111224

Fazer um upgrade ou comprar um novo PC?

Após identificar quais os problemas na sua máquina e saber claramente quais as suas necessidades, você está pronto para decidir entre fazer um upgrade ou comprar um novo PC. Veja em quais dos exemplos que descrevemos você se encaixa e utilize essas informações para saber quanto você gastaria comprando os componentes necessários. Leve em conta também os custos de mão de obra, caso precise da ajuda de um técnico.

Caso você consiga resolver o seu problema com a compra de poucos componentes, realizar um upgrade é uma boa escolha. Entretanto, se você se encaixar em mais de uma das situações que descrevemos e for preciso adquirir muitos componentes para turbinar sua máquina, pode ser mais interessante comprar um novo PC. A decisão final é sua: avalie, compare preços e veja o que é mais vantajoso para o seu caso.

Comentários

Comentários