Apesar de ser considerado tecnicamente um sistema operacional apenas em 1993, com a versão NT, o Windows começou a ser desenvolvido em 1981. O que havia antes eram sistemas gráficos sendo executados sobre alguma versão de sistemas compatíveis com o DOS, como o MS-DOS, produzido pela própria Microsoft na época.

Nos próximos 20 anos surgiram diversas versões, 93, 95, 2000, XP, Vista, 7 e 8. Esse último inaugurando um novo tipo de interação do usuário com o sistema através da nova interface chamada “Metro”. Com uma fatia de 80% do mercado de computadores, é sucesso entre usuários.

Windows-8-Metro

Em se tratando de tecnologia, em geral, ter muitos usuários significa ter muitos problemas. É normal. Muitos reclamam do desempenho do sistema operacional, creditando isso muitas vezes ao hardware mais antigo ou à própria Microsoft na construção do software. Independente dos motivos, é possível fazer algumas pequenas melhorias que poderão trazer ganhos em desempenho. Confira algumas dicas:

Windows 7

Se você usa Windows 7, aproveite para trocar o anti vírus que veio instalado no seu micro por uma versão grátis e mais leve, como o Avast!. Também aproveite todas as ferramentas de otimização que o software oferece. Baixe gratuitamente o aplicativo Glary Utilities e proíba que programas pouco usados sejam iniciados ao ligar o computador.

Pensando que menos é mais, no caso, mais desempenho, aproveite para desativar o sistema de indexação de busca, o sistema de controle de acesso do usuário (UAC) e o Visual Effects (que nada tem a ver com o belo Aero Effects). Otimize a operação do arquivo de paginação do sistema e habilite a gravação de cache no disco principal. Essas operações economizarão memória RAM do sistema, tornando-o mais rápido.

print4

Sobre a memória RAM, fazer um update de memória sempre resultará num melhor desempenho. Mas, antes de ir às compras, certifique-se do máximo de memória que seu processador suporta e qual o tipo de memória comprar. Saiba mais sobre isto neste post

Configure o Windows 7 para utilizar o máximo de energia possível, mesmo quando você não puder estar conectado a uma tomada. Isso fará com que o Windows execute as tarefas no modo de maior performance. Se você usa um notebook, talvez a vida útil da sua bateria não dê conta dessa dica, então é bom pesar o que é prioritário para você: tempo de bateria ou perfomance.

O Windows Vista e o Windows 7 trouxeram uma novidade chamada ReadyBoost para suas entradas USB. Utilizando um drive flash é possível que o computador grave informações temporárias nele, acessando essas informações mais rapidamente do que no disco rígido. Isso faz muito sentido na medida que você entende que memória flash são muito mais rápidos do que discos rígidos. Se tiver um pendrive sobrando, usá-lo como disco de ready boost também pode dar uma ajuda no desempenho da máquina.

readyboost-w-title

Windows 8

Caso você já esteja usando o novo Windows 8, além das dicas do Windows 7, há alguns truques específicos para ele. Infelizmente não há um botão “vá mais rápido” (ainda), mas essas pequenas ações podem ajudar.

Desabilite animações que desperdiçam tempo. O Windows 8, assim como o 7, apresenta uma pequena animação no momento de maximizar, minimizar, abrir ou fechar alguma aplicação. Apesar de serem muito bonitas para os olhos, elas consomem recursos do computador que podem ser aproveitas para outras tarefas. Se sua prioridade é performance, abra mão delas.

desabilitar animacoes win 8

O novo sistema de gerenciamento de tarefas do Windows 8 permite que você encontre com precisão aplicações que estão deixando o computador mais lento. Procure na lista quais são e, caso não estejam sendo usadas, feche-as. Seguindo a dica do Windows 7, aproveite o mesmo novo gerenciador do Windows 8 para habilitar e desabilitar facilmente os programas que são executados quando você liga o computador.

Use os programas de segurança que o novo Windows 8 possui antes de instalar softwares de terceiros. O chamado Windows Defender, é uma versão melhorada do antigo Windows Secutiry Essencials. Ele é bem robusto e leve! Uma excelente opção para garantir a segurança do computador.

screenshot-microsoft-security-essentials-4-world-windows

Não desligue seu computador! A Microsoft, a partir do Windows 8, estimula que seus usuários não desliguem seus computador, apenas coloquem no modo “dormir”. Como, dessa forma, as aplicações continuam na memória RAM, diminui dramaticamente o tempo para iniciar seu computador. Lembre-se que seu computador precisa se manter energizado para este modo. Se a bateria do seu notebook acabar, ou o desktop for tirado da tomada, ele será desligado com um erro. Não é nada grave, mas atrasará um pouco o próximo boot.


Dica final

Antes de fazer qualquer modificação, seja no Windows 7 ou no Windows 8, crie um ponto de restauração do sistema. Caso algo dê errado você poderá retornar ao momento em que tudo funcionava corretamente! Melhor se garantir!

Se tudo der certo, aproveite essas dicas para tirar o máximo do seu sistema operacional. Você perceberá uma clara melhora não apenas nas tarefas básicas, mas em programas mais avançados e complexos.


Você conhece outras dicas e macetes para agilizar o seu windows? Conte pra gente, nos comentários!

Comentários

Comentários